TopL TopM TopR
MiddleL

MEDICINA TRADICIONAL CHINESA

Acupunctora Susana Mesquita





História da Acupunctura:

A acupunctura é a parte da Medicina Tradicional Chinesa, cuja origem remonta cerca de 3000 anos a.C. e provém do conhecimento dos sábios da Antiga China.
A obra mais antiga “Nei Jing”, foi escrita entre 435 a.C. e 220 da nossa Era, coligindo todos os conhecimentos médicos transmitidos oralmente até a essa data. Esta terapia foi introduzida na Europa no século XVI, pelos missionários Jesuítas ao qual chamaram acupunctura e que significa punção através das agulhas.
George Soulié de Morant, um diplomata Francês que estudou na China entre os anos 1907 e 1927 Medicina Tradicional Chinesa, publicou em 1939 o primeiro compêndio de acupunctura em Francês e motivou o médico Dr. Paul Ferreyrolles a ensinar acupunctura aos profissionais de saúde em Paris. Desde então tem sido ensinada em escolas particulares e nas faculdades estatais, nos principais países do Ocidente.
Em 1972, quando Richard Nixon (ex-presidente norte-americano) visita a China, foram feitas várias reportagens de analgesias e tratamentos com acupunctura, mostrando resultados surpreendentes. Foi depois desta data que a nova política Chinesa, permitiu receber estudantes de todo o mundo nas suas faculdades de Medicina Tradicional Chinesa.

Como funciona a Acupunctura?

Um Acupunctor com formação em Medicina Tradicional Chinesa, utilizará um diagnóstico especifico (interrogatório, exame da língua e da pele, análise do tom de voz e palpação dos pulsos chineses, etc.) para seguir um conjunto de regras que visa a selecção perfeita dos pontos de acupunctura.
Através do uso de finíssimas agulhas nesses pontos seleccionados, consegue-se restabelecer o fluxo energético que circula nos meridianos e promover uma harmonia energética, o que equivale a saúde.
A acupunctura também interfere nos níveis de produção e secreção de vários hormônios, explicando assim a sua aplicação com sucesso em patologias tão diversas como: depressão, stress, dor ou mesmo o reforço do sistema imunitário.

Quantos pontos temos e como se localizam?

Dos 670 pontos de acupunctura mais utilizados, 361 situam-se nos 14 meridianos principais. Para localizá-los utilizam-se mapas anatómicos de acupunctura e com a ajuda de equipamentos electrónicos consegue-se a exactidão do local. A experiência de um acupunctor, permite detectar facilmente qualquer ponto sem ajuda da electrónica.

A Acupunctura dói?

Não, devido a serem utilizadas agulhas tão finas quanto os nossos cabelos e a maneira hábil do acupunctor inserir a agulha, na maioria dos casos o paciente não sente a agulha.

Corre-se algum risco?

Não, quando exercido por um profissional qualificado e devidamente credenciado para o exercício da acupunctura. Quanto às agulhas estas deverão ser sempre descartáveis (uma só utilização), evitando assim qualquer possibilidade de contágio ou de proliferação de doenças.

Em que doenças a Acupunctura resulta?

No Ocidente, os estudos científicos começaram por volta de 1930, porém em Dezembro de 1979 a “Organização Mundial de Saúde” (organização intergovernamental fundada em 1948 com sede em Genebra, especializada nos problemas da saúde pública e que faz parte das Nações Unidas) reconhece a acupunctura como uma técnica terapêutica eficaz em 43 doenças (ver a lista na página seguinte). Desde aí se tem desenvolvido estudos exaustivos, em hospitais e faculdades no Ocidente que confirmam óptimos resultados em mais de 100 doenças. Na China a acupunctura é utilizada para tratar mais de 300 doenças, com excelentes resultados.

Reconhecimento da Acunpunctura

Na China, desde 1958 que a acupunctura é exercida oficialmente em mais de 95% dos hospitais. No Ocidente (França, Inglaterra, Bélgica, Itália, Áustria, Alemanha, E.U.A., Canadá, Brasil, México, Cuba, Argentina, etc.) existem várias clínicas e hospitais em que se pratica a acupunctura. Em França 9.676 médica, praticavam acupunctura no ano de 1989, este numera tem vindo a crescer todos os anos.

Em Portugal, desde 1997 que existem duas escolas a ministrar durante 5 anos lectivos cursos superiores de Medicina Tradicional Chinesa. Foi criada nesse ano a principal Associação de Acupunctura de Portugal “APA-DA” em que o presidente é o Dr. Pedro Choy.

MiddleR
BottomL BottomM BottomR